fbpx

Docentes da UEL reforçam equipe da Aintec para agilizar processos de inovação

Docentes da UEL reforçam equipe da Aintec para agilizar processos de inovação - Foto: UEL© UEL
A Agência de Inovação Tecnológica da UEL (Aintec) passa a contar com dois docentes para atuar em várias frentes, com o objetivo de alavancar a política de inovação da instituição, agilizar processos internos, reduzindo a burocracia, e atualizar normas e ferramentas.São os professores Admilton Gonçalves de Oliveira Júnior (Departamento de Microbiologia/CCB) e Têmis Chenso da Silva Rabello Pedroso (Departamento de Direito Privado/Cesa), que terão parte da carga horária dedicada à agência em suas respectivas expertises: a prática e experiência em pesquisa e produção, e o conhecimento jurídico.A participação dos dois é parte da fase de implantação da Política de Inovação de Ciência e Tecnologia da Universidade, aprovada pelo Conselho Universitário no início de setembro, e que tem o objetivo de estimular a inovação, negociar e gerir acordos de transferência e licenciamento de tecnologia, assim como normatizar a gestão da propriedade intelectual e da transferência de tecnologia.

“Os professores representam um reforço na equipe da Aintec e vêm colaborar em ações estruturantes necessárias a serem realizadas na agência, a melhor entre as universidades estaduais do Paraná”, disse o reitor da UEL, Sergio Carlos de Carvalho.

AINTEC – A Agência de Inovação Tecnológica da Universidade Estadual de Londrina (Aintec) foi criada em 17 de abril de 2008 a partir da resolução do Conselho Universitário nº 065/2008, em atendimento à Lei de Inovação (Lei nº 10.973/2004). A agência tem como objetivo gerir a política de inovação tecnológica da UEL, identificando, protegendo e transferindo as criações geradas na universidade para a sociedade e o mercado, além de atender suas demandas tecnológicas. Veja as patentes da UEL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LOGIN
L