fbpx

Edital para estruturação de incubadoras em Goiás contempla requisitos de Propriedade Intelectual (PI)

O INPI realiza o constante esforço de estimular a proteção da propriedade industrial pelos atores do sistema nacional de inovação. Com isso, um recente edital de apoio publicado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Goiás (Fapeg) passou a exigir, para contratação das propostas aprovadas, a conclusão do Curso Geral de Propriedade Intelectual à Distância (DL 101P BR) ou do Curso de Propriedade Industrial Básico presencial, ambos oferecidos pelo INPI.

Chamada Pública n° 06/2019 para Apoio à Estruturação e Consolidação das Incubadoras de Empresas de Base Tecnológica do Estado de Goiás oferece recursos financeiros da ordem de R$ 1,5 milhão. Entre a documentação exigida, está o certificado de realização de um dos cursos do INPI pelo gestor da incubadora.

A data limite para submissão eletrônica das propostas é 31 de março.

Esse foi um primeiro passo para parcerias com a Fapeg e outras instituições no sentido de fortalecer o desenvolvimento de empresas inovadoras locais. O INPI, por meio de sua unidade regional, já participa da Rede Goiana de Inovação e da Aliança para a Inovação no Estado de Goiás.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LOGIN
L