fbpx

Ficafé 2019 retrata o potencial dos cafés especiais

De 2 a 4 de outubro acontece a 12ª edição da Feira Internacional de Cafés Especiais do Norte Pioneiro do Paraná (Ficafé). A expectativa é que cidade de Jacarezinho receba mais de 3 mil visitantes que terão acesso a experiências, informações e tendências sobre a cafeicultura. A participação é gratuita. A programação e as atividades podem ser conferidas pelo site www.ficafe.com.br. O norte pioneiro, com os cafés especiais, foi a primeira Indicação Geográfica obtida no Paraná, em 2012.

A feira, que faz parte do calendário de produtores e compradores, é considerada a maior do gênero na região Sul. A edição deste ano terá o tradicional Leilão de Cafés Especiais, palestras, workshops, laboratórios de experimentação e degustação.

Odemir Capello, consultor e gestor do projeto Cafés Especiais do Sebrae/PR, diz que a Ficafé costuma atrair produtores de todo o estado, especialmente os do norte pioneiro do Paraná que buscam absorver conhecimentos e informações, divulgar suas produções e ampliar suas redes de relacionamento.

“O Paraná produz 1 milhão de sacas beneficiadas por ano, sendo o quinto maior produtor do Brasil.  A região do Norte Pioneiro é responsável por 70% do café paranaense, o que reforça a representatividade da Ficafé”, frisa Capello.

O consultor também destaca a Indicação Geográfica do café especial produzido no Norte Pioneiro, a primeira concedida no Paraná. “A Ficafé funciona como uma grande vitrine para o café produzido na região. Não se trata de commodities e sim da promoção de cafés especiais, feitos com café cereja descascado, para uma bebida mais delicada e doce.”

A programação de atividades inclui painéis que debatem a qualidade do café, espaço barista, curso de torra, palestras sobre diversos temas, como o empreendedorismo rural no universo feminino.

Luiz Fernando de Andrade Leite, presidente da Associação dos Cafés Especiais do Norte Pioneiro do Paraná (Acenpp), as atividades foram programadas para estimular a mudança de comportamento do produtor e da cadeia produtiva a fim de que o setor busque novas opções de crescimento e desenvolvimento.

“Temos vivido um momento que requer atenção e planejamento por parte dos produtores: enquanto o interesse e o consumo de cafés especiais têm aumentado 20% ao ano, o segmento tem sofrido especulações geradas nas bolsas de Nova Iorque que influenciam o preço do café comercializado no mundo”, afirma o presidente da Acenpp.

Um dos momentos que marcam o estímulo da Ficafé ao desenvolvimento estratégico do setor será o lançamento de uma plataforma digital, voltada para compradores e consumidores, que irá detalhar a rastreabilidade dos cafés produzidos na região. “Os usuários poderão escanear o QR Code que está fixados nas sacarias para identificar o produtor, o processo utilizado durante a produção, enfim a história daqueles grãos. A plataforma servirá para melhorar a comunicação com o mercado internacional”, detalha Luiz Fernando.

Ficafé 2019

A Feira Internacional de Cafés Especiais do Norte Pioneiro do Paraná (Ficafé) foi criada com o objetivo de ser a vitrine dos cafés especiais produzidos na região. O evento é realizado anualmente em Jacarezinho, no Centro de Eventos de Jacarezinho. Durante este período, produtores e compradores participarão da programação que inclui degustação de cafés especiais, workshops, palestras e ações que visam estreitar relacionamentos com os membros dessa importante cadeia produtiva. A visitação é gratuita.

A Ficafé 2019 é uma realização do Sebrae/PR, Acenpp, Cooperativa de Cafés Especiais do Norte Pioneiro do Paraná (Cocenpp), Indicação de Procedência do Norte Pioneiro do Paraná, com apoio da Prefeitura Municipal de Jacarezinho, Governo do Paraná, Instituto Federal do Paraná (IFPR) campus Jacarezinho, ), Sistema Faep (Senar, Faep e Sindicato Rural), Instituto Agronômico do Paraná (Iapar), Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Associação dos Engenheiros e Agrônomos do Norte Pioneiro (AEANP), Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), Associação dos Municípios Norte Pioneiro (Amunorpi), Universidade Estadual do Norte do Paraná (Uenp), Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Paraná (CREA-PR), Emater, Coperativa Integrada, Fecomércio PR, Sesc, Senac, Museu do Café, Probat, Vonder, Syngenta, Castanhal Companhia Têxtil, BUNN, Nucoffee, Marvi Alimentos, Astoria, Café da Casa, Satis, Yara e Tarfil.

Fonte: Agência Sebrae de Notícias 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LOGIN
L