fbpx

IDC: mais da metade do PIB da América Latina virá de investimentos em tecnologia até 2022

Empresas vão desembolsar US$ 380 bilhões para se firmarem na economia digital, afirma relatório


Computação em nuvem é um dos grandes focos dos investimentos em TI. Foto: Reprodução da internet

SÃO FRANCISCO, Califórnia – A partir de 2019, segundo a consultoria IDC, o investimento em tecnologia e inovação vai representar mais de 50% do Produto Interno Bruto (PIB) da América Latina ao longo dos próximos três anos.

Segundo um relatório da consultoria citado pelo site especializado Zdnet, os investimentos em tecnologia entre este ano e 2022 chegarão a US$ 380 bilhões. Cinquenta e quatro empresas entrevistadas pelo estudo afirmaram que vão aumentar seus gastos em TI (tecnologia da informação) no período, contra apenas 17 que pretendem reduzi-los.

O foco maior dos novos investimentos será o que a IDC chama de “tecnologias de terceira plataforma”, como computação na nuvem, mobilidade, big data e mídias sociais. Elas vão abranger boa parte dos orçamentos das companhias latino-americanas até 2022. Só essas quatro vertentes vão responder por 70% dos investimentos, com as empresas buscando criar ecossistemas digitais nativos para prosperar no mundo hiperconectado.

Daqui a três anos, prevê a pesquisa, as maiores plataformas de serviços de nuvem do mundo terão 70% de seus serviços de infraestrutura, armazenamento e a afins implementados na América Latina. E haverá um aumento da utilização de inteligência artificial nos serviços para os usuários.

De acordo com a IDC, o novo foco em tecnologia representa uma recuperação do setor em relação a 2018, onde eleições presidenciais em países como Brasil, Colômbia e México travaram os investimentos em TI nos três países (que juntos respondem por mais de 60% do PIB da região).

Fonte: Globo economia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LOGIN
L