fbpx

Sistemas de Liberação Modificada de Fármaco Utilizando Pectina Reticulada

Sistemas de Liberação Modificada de Fármaco Utilizando Pectina Reticulada
 
Medicamentos e Cosméticos
 
Patente de invenção
 
Pedido depositado
 
PI 0704287-6
 
21/11/2007
 
Química, Metalurgia
 
Osvaldo Albuquerque Cavalcanti, João Fhilype Andrade Souto-Maior, Adriano Valim Reis
 
Material de revestimento ou excipientepara uso em sistemas de liberação modificada de fármacos a base de pectina reticulada por metacrilação ou fosfatação.
 
• Em dispositivos de liberação específica e modificada de fármacos no tratamento de inúmeras patologias, bem como na utilização em produtos veterinários e alimentícios. 
• No revestimento de formas sólidas orais para liberação modificada de fármacos com elevado grau de sítio-alvo-especificidade, especialmente a região distal do trato gastrointestinal. 
• No revestimento e desenvolvimento de sistemas micro e nano particulados, como péletes, micropartículas e nanopartículas.
 
• Substrato específico totalmente degradado pela microbiota presente na região colônica, resguardando todas as características do polímero de base. 
• Ausência de toxicidade nas formulações farmacêuticas, respeitando as práticas de fabricação e as leis ambientais. 
• Utilização de moléculas que apresentam limitação de administração oral, já que não suportam as exigências fisiológicas do trato gastrointestinal. 
• Possibilita o efetivo gerenciamento da liberação dos fármacos inseridos nas formas farmacêuticas sólidas orais. 
• Minimiza os efeitos colaterais ou reações adversas normalmente encontradas quando os ativos são disponibilizados de maneira aleatória pelos sistemas convencionais. 
• Apresenta melhor relação custo benefício do processo industrial devido ao baixo custo de aquisição do material polissacarídico utilizado em sua constituição. 
• Sem solventes orgânicos, o que reduz a complexidade dos processos e instalações industriais, promovendo a extinção dos riscos de explosões, danos ao meio ambiente e a contaminação dos operadores. 
• Possuem elevada perspectiva de acolhimento tecnológico e terapêutico por estar adaptado ao processo industrial de revestimento, recobrimento ou compressão. 
• Menor custo de pesquisa e retorno financeiro mais rápido, uma vez que o uso de fármacos já consagrados dispensa os estudos farmacológicos e toxicológicos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LOGIN
L